Cursos‎ > ‎2013‎ > ‎

Semiologia da música

Quartas-feiras, 18h - 21:30h

----------------------------------------

Ementa:

Este curso tem como objetivo discutir a construção do sentido através da música. Parte-se da ideia de que a música é uma forma de experiência social que narra e negocia pensamentos, valores e ações no mundo. Os modelos de análise semiótica da música fornecem subsídios para interpretar esses sentidos através do acionamento de competências, memórias, identidades e do reconhecimento de padrões sonoros. Os sentidos musicais são construídos sob a forma adesões e recusas (gostos) que tomam a forma de afetos, movimentos corporais, debates, rechaços e compartilhamentos diversos. O curso irá abordar metodologias e produzir coletivamente análises e interpretações de repertórios variados.

-----------------------------------------

Dinâmica:

Leitura de textos, debates, apresentação de teorias e realização de exercícios em sala (experimentações)

 -----------------------------------------

Avaliação:

Seminário final, participação (com leitura dos textos) e avaliação de presença e pontualidade.

Os seminários serão realizados em grupos (de 3 a 5 pessoas) e apresentados em aula, durante os últimos encontros. Para o trabalho, deverá ser escolhida uma música e aplicada uma metodologia de análise semiológica adequada (ou uma mescla das metodologias estudadas).

 -----------------------------------------

Cronograma das aulas:

[18SET] Apresentação do curso

[25SET] Semiologia geral (introdução geral): Pierce, Saussure, etc...

        Textos indicados:     -Roland Barthes. Elementos da semiologia. São Paulo: Cultrix, 1971.

                                            -Stuart Hall. "Codificação/decodificação" In: Da diáspora. Belo Horizone: Ed.UFMG, 2003.

        Video indicado: sobre Saussure (vale a pena!)

[2OUT] Introdução à semiologia da música: sentidos, construção de sentidos (Nattiez, Molino, Middleton, Stefani) 

        Texto indicado: - Gino Stefani. Uma teoria de competência musical. Revista Música e Cultura n.2, Florianópolis: Abet, 2007.

[9OUT] – Não haverá aula!

[16OUT] Metodologias: Philip Tagg - (teoria e metodologia) ; apresentação e discussão.

        Texto indicado: - Philip Tagg. Analisando a música popular. Revista Em Pauta, v.14 n.23, 2004.

[23OUT] Semana Acadêmica UFF (aulas suspensas)

[30OUT] Exemplos e exercícios a partir de Tagg

[6NOV] Metodologias: Luiz Tatit - análise de canções - método

        Texto indicado: Luiz Tatit. (cap. 1) O cancionista, a composição de canções no Brasil, 1996 (disponível no Google books)

[13NOV] Exemplos, análises e exercícios (baseados na metodologia de Luiz Tatit e Philip Tagg)

[20NOV]  (Feriado Zumbi) - Debates sobre o trabalho 

[27NOV] Música, valor e significado: construção de valor associada a sonoridades, memórias

        Texto indicado: Critérios de qualidade na música brasileira, de Felipe Trotta. Disponível no livro Dez anos a mil.

 [04DEZ] Música no audiovisual: construção de sentidos entre música e imagem em movimento

                - Definição dos seminários: temas, grupos, dias e horários.

[11DEZ] - Seminários, preparação dos grupos.

[18DEZ] - Seminários