Cursos‎ > ‎

Mídia e música clássica

EMENTA

O curso tem como objetivo analisar os usos do repertório da chamada música clássica nas mídias contemporâneas. Serão apresentados e discutidos estilos, autores e obras do repertório clássico-romântico europeu: desde os mitos Bach-Mozart-Beethoven até os “modernos” Debussy, Schoenberg, Villa-Lobos e John Williams. Muito utilizada no cinema, na televisão, na publicidade e nos games, o repertório clássico assume várias formas e agrega diversos sentidos aos produtos audiovisuais, conferindo legitimidade, valor e clichês reconhecidos internacionalmente.

Além disso, existe um importante mercado cultural relacionado à circulação de música clássica com intenso uso das mídias, um consumo segmentado e que circula em torno das ideias de prestígio e distinção. Nesse contexto, a música clássica está relacionada ao financiamento público de teatros, orquestras e programas, tornando-se um caso de extrema complexidade para debates sobre mídia, cultura e mercado.

Obs: Os alunos que desejarem se inscrever não necessitam ter formação em música nem conhecimento prévio dos estilos e compositores clássicos, apenas interesse em um mercado que, paradoxalmente, tem muito prestígio estético e baixa reflexão sob o viés de produto midiático.


DINÂMICA DAS AULAS
Aulas expositivas (sobre história da música clássica), leitura e interpretação de textos, debates sobre usos da música clássica na mídia e seu valor estético e comercial, audição comentada de exemplos musicais.


AVALIAÇÃO  (*modificada em 27.MAI em função da greve dos professores)

Trabalho escrito sobre algum caso que trate da relação entre mídia e música clássica.
- O trabalho escrito deve ter de 8 a 12 páginas, fonte Times New Roman, espaçamento 1,5. Deverá ser enviado por email em formato doc, rtf, odt ou docx.

PS: A nota final do(a) aluno(a) poderá ser aumentada ou diminuída em até 1 ponto em função de sua pontualidade, assiduidade e participação.



CRONOGRAMA

19.MAR – Apresentação: sonoridades, consonâncias e dissonâncias

26.MAR – Periodização histórica da música clássica (a narrativa evolucionista e estilos). Tipos e gêneros de música clássica. Sonata, concerto, ópera, lied, grupos de câmara, orquestras, solos. Formação de grupos instrumentais, tecnologias de fabricação e sonoridades. O caso do piano.

02.ABR – Feriado (Semana Santa),
em nosso país laico, sem religião oficial

09.ABR – Mitos e “gênios” da História da Música (clássica) ocidental – o referencial europeu, os autores e obras referenciais.
História social dos compositores, dinâmicas de experiência musical nos séculos XVI a XIX.
Villa-Lobos e a possibilidade de música clássica nos trópicos.

Leituras sugeridas:
Roy Shunker. Uma pequena história da música. Rio de Janeiro: Zahar, s.d.
Otto Maria Carpeaux. Uma nova história da música. Rio de Janeiro: Ediouro, 198x. (exemplares disponíveis na Biblioteca Central do Gragoatá)
Norbert Elias. Mozart: a sociologia de um gênio. Rio de Janeiro: Zahar, 1995.(vários exemplares na Biblioteca Central do Gragoatá)

16.ABR – Os séculos XIX-XX e as contradições da música clássica (vanguarda e tradição).
O advento da cultura de massa (indústria de partituras, teatro de revista, vaudeville, cinema, disco rádio) e os tensionamentos sobre o lugar da música clássica na sociedade. O caso Pestana.
Leitura recomendada: Machado de Assis: Um homem célebre (disponível no portal Domínio Público: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp)
+
 Machado Maxixe, de José Miguel Wisnik (publicado no livro "Sem receita")

23.ABR – AULA CANCELADA (Feriado S. Jorge)

30.ABR
O problema do valor estético no campo da música de massa. Bourdieu, campo, capital cultural. A consolidação do referencial sonoro orquestral. Alta cultura, critérios de valoração.
Leitura recomendada: Pierre Bourdieu. A distinção. Porto Alegre: Zouk, 2007. (sobretudo a Introdução)

07.MAI
Cinema e música clássica: usos, inspirações e a conexão com imagem em movimento.
Música clássica como inspiração para ideias de legitimidade, contenção, autoria, sofisticação. Exemplos de códigos importados do referencial clássico.
Publicidade e música clássica. 
Outros casos de usos de música clássica no audiovisual: migrações de sentidos, “vulgarização”.

14.MAI – COMÚSICA – IV Congresso de Comunicação e Música, atividade complementar à disciplina, realizada na UERJ. (www.ivcomusica.com.br)

21.MAIAULA CANCELADA (Participação de docente em concurso público)


28.MAI
O mercado midiático da música clássica no campo musical e o financiamento público (questões de valor, cultura e mercado)

Lugares da música clássica na mídia e nas sociedades contemporâneas: jornal, cadernos de cultura, editais, espaços de concertos, financiamento de orquestras, crítica, escolas de música, projetos sociais, youtube, sites, discos, dvds, usos disseminados em produtos “pop”, espaço sacralizado no imaginário legítimo compartilhado.

AULA CANCELADA - Campus universitário fechado pela greve.


04.JUN – Corpus Christi, em nosso país laico, sem religião oficial 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ATENÇÃO: Em virtude da greve de professores e técnicos das universidades federais, que representa um esvaziamento do campus universitário como um todo, a conclusão da disciplina e a avaliação serão realizados de modo não-presencial. Como atividade complementar, recomenda-se a experiência de um concerto (veja algumas sugestões abaixo), que pode ser utilizado para reflexão sobre repertórios, mercado e a experiência distintiva da música clássica.

A avaliação final da disciplina será um trabalho escrito interpretativo-reflexivo sobre algum caso da relação entre mídia e música clássica. O trabalho deverá ter entre 8 e 12 páginas, espaçamento 1,5 e fonte Times New Roman, justificado. Pode conter links e material audiovisual complementar (inseridos no documento).
Deve ser enviado por email até o dia 09 de JULHO, independente do adiamento do semestre letivo por causa da greve.

Maiores informações também pelo email: trotta.felipe@gmail.com
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sugestões de concertos agendados para o mês de junho:

Dia 07.JUN - A Sagração da Primavera, de Igor Stravinsky
Theatro Municipal, 11h (preço: R$ 10,00)

Dia 11.JUN - Sinfonia n. 6 (Patética), de P. Tchaikovsky
Theatro Municipal, 20h (preços variados, de R$ 20,00 galeria a R$ 1.000,00, camarote)

Dias 12.JUN e 13.JUN - Beethoven e Brahms
Sala Cecilia Meirelles, 20h (preço: 40,00)

Dias 26.JUN e 27.JUN - A. Nepomuceno, Beethoven, Stravinsky (Orquestra Petrobras Sinfônica)
Sala Cecilia Meirelles, 20h (preço: 40,00)